emisferica 4.2
emisferica 4.2 printer friendly document

Condensaciones y desplazamientos: Las políticas del miedo en los cuerpos contemporáneos




RESUMO

Condensações e deslocamentos. As políticas do medo nos corpos contemporâneos

“O sonho da razão produz monstros" —dois séculos depois, a previsão de Goya é hoje a afirmação dos pesadelos derivados da razão moderna. Num contexto caracterizado pela distribuição desigual de riquezas e especialmente de riscos, as políticas do medo se fazem presentes no corpo do cidadão. A partir de uma sócio-antropologia das paixões, neste ensaio se discutirá a centralidade do medo-terror-pânico e suas paixões derivadas (ódio, ira, tristeza, esperança) no/entre/sobre o corpo social. Mais que um inventário de traços e atributos de uma contemporaneidade ameaçadora, procurar-se explorar o impacto sócio-político e cultural destes processos na "produção" dos corpos.

FECHAR



Pontos de Vista

Danza e integración social


Apresentações dos Artistas

Relatórios de Campo

Visualizando a Ausência


Mesa redonda

MapUrbe’zine: los cuerpos de “la lucha” en el circuito Heavy-Punk Mapuche


Reflexiones sobre una intervención urbana: el Proyecto Filoctetes


Bullets for B-Roll: Shooting Native Films and Street Gangs in Western Canadian Cities


Fuerza, acontecimiento y herencia



Humor

Gordas!


Ativismo

Travestis: una identidad política


Así como tú me quieres, yo no quiero ser de ti



Notícias & Eventos